NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 10 de dezembro de 2019

Foto: Polícia Federal/Divulgação

 

Investigados por extração ilegal de cristais e pedras semipreciosas são procurados pela Polícia Federal em Curvelo e Inimutaba, ambos municípios da região Central de Minas Gerais. Contra esses criminosos são cumpridos dez mandados de prisão preventiva na manhã desta quinta-feira (28), tanto pela retirada das pedras para abastecimento do mercado asiático, quanto por crimes de usurpação de patrimônio da União, contrabando, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

Nesta, que é a segunda parte da operação “Lodo Verde” – realizada há sete anos –, são cumpridos 22 mandados de busca e apreensão e os de prisão preventiva, sendo que três deles se destinam a estrangeiros que praticavam os crimes investigados no Brasil.

 

Assim, a Justiça decretou o sequestro de bens e ainda o bloqueio de contas bancárias e aplicações financeiras dos membros do grupo investigado e de pessoas jurídicas ligadas a eles, com o limite de R$ 10 milhões.

 

Detidos, os criminosos serão encaminhados para a penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Se condenados, eles podem permanecer reclusos por até 28 anos.

 

Por O Tempo