NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 15 de julho de 2019

Reportagem: Luis Henrique

 

Na tarde desta quarta-feira, 03 de julho, o Chefe da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), Delegado Wagner Pinto de Souza, nomeou Quatrocentos e vinte e cinco candidatos ao cargo de Investigador de Polícia Civil, aprovados no concurso de 2014.

 

O Chefe da PCMG reconheceu o empenho do Governo de Minas em relação às necessidades da PCMG. “Agradeço ao Governador Romeu Zema e ao Superintendente de Planejamento e Gestão, Otto Levi, pelo empenho e pela sensibilidade em relação à necessidade de reestruturação dos quadros da Polícia Civil, enfatizou. Ainda, segundo o Chefe da PCMG, a nomeação é muito importante e acontece em um momento relevante. A chegada dos Investigadores vai contribuir para intensificarmos o combate à criminalidade violenta. A redução dos crimes violentos é uma das principais metas da nossa gestão. Assim, conseguiremos aumentar a sensação de segurança da população, concluiu.

 

A Diretora da Academia de Polícia Civil (Acadepol), Delegada Cinara Liberal explicou que, após passarem pelos exames admissionais, os futuros Investigadores vão ingressar na Acadepol. Eles farão o Curso Técnico de Formação Policial, que deve durar quatro meses. Após a conclusão, serão designados para atuar em unidades determinadas pela Superintendência de Investigação de Polícia Judiciária (SIPJ). Os melhores colocados escolhem em qual das delegacias relacionadas pela SIPJ querem servir, frisou.

 

A nomeação dos Investigadores ocorreu dez dias depois da posse de 76 candidatos ao concurso de Delegado de Polícia Civil nível Substituto, regido pelo edital PCMG 01/2018. A previsão é que a formatura dos novos Delegados aconteça em outubro deste ano.