NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 14 de julho de 2020

Paciente estava internado no Mater Dei, Corpo será examinado no IML- Foto Divulgação

 

Morreu, na manhã desta quarta-feira, mais uma vítima da síndrome nefroneural, doença investigada por suspeita de contaminação por dietilenoglicol, substância encontrada em garrafas da cerveja Belorizontina, da Backer, fabricada na capital. A informação foi confirmada pela Polícia Civil.

Segundo a instituição, o paciente, cujo nome não foi divulgado, estava internado no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. O corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). A polícia afirma que trata-se da segunda vítima confirmada oficialmente.

A morte de uma mulher em Pompéu, no Centro-Oeste de Minas, foi notificada pela prefeitura local, mas ainda não foi contabilizada.

A reportagem entrou em contato com o hospital, que informou que não tem autorização para falar sobre os pacientes.

Por Uai