NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 17 de setembro de 2019

Fonte: G1 / Foto: Internet

 

A Câmara Municipal de Arcos aprovou na última segunda-feira, dois Projetos de Lei que tratam da redução de salários no Legislativo e Executivo para 2020. As propostas votadas durante reunião ordinária, são para reduzir em 80% os salários de vereadores, 50% do salário para prefeito e vice-prefeito, e 20% dos salários dos secretários.

Os projetos 001/2019 e 002/2019 deram entrada no Legislativo em fevereiro, mas só foram votados neste mês de maio devido o tempo necessário para que fossem feitas as análises das várias emendas anexadas nas duas propostas.

Sobre o projeto que envolve o Executivo, em nota, o prefeito de Arcos, Denilson Teixeira, disse que “é uma pauta da Câmara de Vereadores e, assim que o projeto chegar na Prefeitura será sancionado e devolvido ao Legislativo”.

Redução no Legislativo
Durante a votação dos projetos, o vereador presidente em exercício da Câmara, Henrique Sabino Messias (PSD), destacou que a redução nos salários dos parlamentares irá trazer economia ao cofre municipal.
Valores
Atualmente, os vereadores recebem a quantia de R$ 6.149,21. Com a aprovação do Projeto de Lei, os parlamentares que ingressarem no Legislativo no próximo ano irão receber a quantia de R$ R$ 1.229,84.

Para o Executivo, os valores ficaram definidos da seguinte forma: o salário para o cargo de prefeito, segundo Portal da Transparência da Prefeitura, é de R$ R$ 24.224,41. A partir de 2020, o valor pago será de R$ R$ 12.112,20. O vice-prefeito recebe neste ano a quantia de R$ R$ 6.458,90. Para ano que vem, o valor pago será de R$ 5.167,12.

Atualmente os secretários municipais recebem R$ 7.975,66. Em 2020, o valor pago será de R$ 6.380,52. Segundo a Câmara, os novos valores irão valer até 31 de dezembro de 2024.