NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 20 de junho de 2021

bhtrans responsavel uber

 

 

 

 

 

 

 Se quiser operar em Belo Horizonte, o Uber terá que se submeter à BHTrans. É isso o que estabelece o projeto de lei entregue ao prefeito Marcio Lacerda (PSB. A proposta foi apresentada no Centro de Operações da BHTrans, no Bairro Buritis, Região Oeste da capital, pelo presidente da entidade, Ramon Victor César.

O texto, que será estudado pela Procuradoria Geral do Município (PGM) e votado em regime de urgência na Câmara Municipal, propõe a criação de 750 vagas de táxis na categoria premium (carros de luxo), operados com tarifa diferenciada, e com organização e regulamentação próprias.

Para isso, a BHTrans adotará providencias baseadas nos seguintes critérios: na licitação das 600 permissões de táxi destinadas exclusivamente a pessoas jurídicas,  400 delas deverão ser na categoria premium; e das 6.840 permissões de taxi destinadas a pessoas físicas, até 350 estariam autorizadas a migrar para a categoria premium.

O projeto propõe ainda a implantação de uma política que possibilite desconto nas tarifas aos usuários do serviço de táxi, por conta e risco dos operadores, mas com avaliação da BHTrans.