Queiroga diz que pais têm que convencer crianças a tomar vacina

8/02/2022 | Brasil

Marcelo Queiroga, afirma que crianças devem ser convencidas a se vacinar – Foto Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

 

 

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga afirmou, nesta terça-feira (8), que pais e responsáveis por crianças de 5 a 11 anos devem “convencê-las” a tomar a vacina contra a Covid-19.

 

“É um direito dos pais vacinar seus filhos, é um direito das crianças, as vacinas estão disponíveis. Agora, vacinar uma criança não é igual vacinar um adulto. Às vezes você tem que convencer as crianças a se vacinar, ninguém vai pegar uma criança à força, ir lá e aplicar uma vacina com a criança berrando. Estamos trabalhando para que os pais possam exercer esse direito”, declarou o ministro para jornalistas.

 

Ainda de acordo com Queiroga, já foram vacinadas 15% das crianças brasileiras nessa faixa etária. O ministro também reiterou o compromisso do governo federal de distribuir vacinas suficientes para imunizar todo o público infantil do país até a próxima terça-feira (15).

 

“Há capitais que a vacinação avança bastante, por exemplo, a capital de São Paulo já atingiu mais de 50% do público alvo. Cerca de 30% das crianças das capitais já foram vacinadas”, acrescentou.

 

O ministro também cobrou empenho de estados e municípios para acelerar o ritmo da vacinação infantil. “O ritmo heterogêneo da vacina mostra que é necessário haver o empenho de estados e municípios, não é só o Ministério da Saúde”, afirmou.

 

No entanto, o esforço dos estados e municípios para estimular pais e responsáveis por crianças a imunizá-las tem sido apartado de uma iniciativa de campanha federal, com informações e orientações às famílias divulgadas nos meios de comunicação, por exemplo.

 

Por O Tempo 

 

 

 

 

Veja também