NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 14 de junho de 2021

Quem abriu o site da Prefeitura de Itaúna por estes dias, se deparou na página principal com a seguinte notícia: uma reunião há um mês entre o prefeito Osmando Pereira, a secretária municipal de Saúde Ângela Gonçalves e a Secretária de Estado de Saúde, Dra. Alzira Jorge, resultou na liberação de verba de 200 mil reais mensais para a saúde em Itaúna.

De acordo com a Secretária de Saúde de Itaúna “Desde novembro do ano passado houve o credenciamento, mas a verba ainda não havia sido liberada, ou seja, no popular, o dinheiro ainda não tinha aparecido em Itaúna. Agora sob o governo do PT estadual o dinheiro foi liberado.

A notícia produzida pela própria prefeitura de Itaúna provoca algumas perguntas, questionamentos e reflexões.

Até o ano passado o governo de Minas era comandado pelo PSDB, o mesmo partido do prefeito de Itaúna. Mesmo os dois sendo do mesmo partido não houve tucano que desse conta de desenrolar, de desatar a burocracia para a liberação do dinheiro.

Hoje o governador é do PT, Fernando Pimentel, e sua secretária de saúde passou por cima das diferenças partidárias e assinou a liberação de duzentos mil reais mensais para a saúde em Itaúna.

Certo é que duzentos mil reais não chega a resolver todos os problemas da saúde. Mas para um governador que diz ter herdado da gestão tucana de Anastasia um déficit de mais de seis bilhões, isso é quase um milagre, pois serão um milhão e duzentos mil reais por ano para a saúde municipal de Itaúna. Isto para apenas um município. Imagine que este recurso deve estar sendo destinado a outras tantas cidades mineiras.

É bom ressaltar ainda que os duzentos mil reais que está vindo do governo do PT estadual para o governo do PSDB municipal é substancial, ao se considerar que a Prefeitura paga mais de um milhão e cem mil reais, mensalmente, para o gerenciamento dos serviços de atendimento de urgência e emergência no Plantão 24 horas. Quem recebe a vultosa e elevada quantia é o Consórcio Intermunicipal do Médio Paraopeba, o famoso CISMEP, sediado em Betim.

De qualquer forma é muito interessante o prefeito do PSDB de Itaúna procurar o governo do Estado, comandado pelo PT e pedir ajuda, mesmo que os tucanos demonizem o PT e este não veja anjos no ninho tucano. O que deve prevalecer é o bom senso, a razoabilidade, o compromisso com a população, independente da bandeira partidária.

Lamentável é quando um político assume o poder e quer desmanchar o que o outro fez, ou fica o todo tempo olhando pelo retrovisor, debitando na conta do antecessor os próprios fracassos e querendo apenas os aplausos, mesmo quando inaugura obras iniciadas e quase concluídas pelos que o antecederam.

E mais: quando é para ser aplaudido tudo foi feito sob sua batuta, com sua iniciativa, com seu empenho. Quando gera desgaste terceiriza-se. É a lei federal que manda, é a crise nacional produzida pela incompetência e inoperância da presidenta e começa a desfiar o rosário de lamentações.

A boa política se faz pensando no bem comum, na continuidade administrativa, olhando-se para a frente, enfrentando os problemas e desafios que são postos. O bom administrador público sabe que a cada dia trava-se uma batalha, mas a guerra é permanente, pois vencendo um desafio existe outro à espera. A sociedade moderna não se contenta com migalhas. Contratam-se neurologistas, mas daí a pouco são necessários coloproctologistas. Contratam-se estes, faz-se necessário angiologistas. Os desafios são permanentes. Repita-se: os administradores públicos modernos, competentes, não ficam com os olhos vidrados no retrovisor, buscam os horizontes, constroem pontes e edificam o bem coletivo, para além das barreiras partidárias.

Estão de parabéns o governo municipal do PSDB e o governo estadual do PT por esta parceria na área de saúde priorizando o bem comum do povo itaunense. Saúde a todos!

Heli Maia para a Rádio Santana FM.

 

Clique aqui e ouça o áudio do texto