NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 9 de maio de 2021

Todas informações sobre os 21 criminosos podem ser encontradas no site do programa Procura-se – Foto: Divulgação/ Sejusp

 

 

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Minas Gerais divulgou, nesta quinta-feira, 22/04, a lista dos 21 criminosos mais procurados do estado. O grupo possui mandados de prisão em aberto por crimes graves, como assassinatos, tráfico de drogas, explosões de caixas eletrônicos, além de assaltos armados a bancos – prática denominada pelas autoridades como ‘novo cangaço’.

 

Na quarta edição do ‘Procure-se’, a escolha dos nomes foi feita de forma conjunta pela Sejusp com a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Ministério Público do Estado.

 

A iniciativa mira a prisão de indivíduos foragidos da Justiça, com mandados de prisão em aberto, a partir da qualificação das ações das polícias e das inteligências através de denúncias no número 181, conhecido como ‘Disque Denúncia’. A lista completa dos alvos pode ser acessada no site do programa.

 

Além disso, a divulgação dos 21 procurados também traz o benefício de inibir a circulação dos criminosos listados.

 

Durante entrevista coletiva, realizada na manhã desta quinta-feira, o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, disse que a força-tarefa propiciada pelo programa permite que haja uma ‘sinergia, que consegue colocar a estrutura do estado à disposição dos interesses para fazer a prisão de agentes que, de forma tão maliciosa, amedrontam e ampliam o índice de criminalidade.’

 

De acordo com a Sejusp, com a ajuda da população, por meio de denúncias ao 181, em 13 anos, foram presos 29 dos 41 alvos nas três edições anteriores do ‘Procura-se’, realizadas em 2011, 2012 e 2017.

 

Divulgação dos procurados

 

A divulgação da nova lista dos criminosos mais procurados de Minas Gerais começa nesta quinta-feira, 22/4, nos 853 municípios mineiros e também em cidades divisas com o estado.

 

Segundo a Sejusp, cartazes serão espalhados com as fotos dos procurados em locais de grande circulação de pessoas ou que foram reconhecidos como estratégicos pelas polícias. Todos possuem QR Code para acesso à lista de todos os procurados e outros detalhamentos por meio de smartphones.

 

Em âmbito nacional, o Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) divulgará as informações dos foragidos para todos os estados do Brasil.

 

Além disso, por meio do site disponibilizado para a campanha, é possível visualizar fotos de todos os 21 procurados, com detalhes sobre atuação do criminoso, região onde pratica a maioria dos crimes, idade, apelidos, mandados de prisão em aberto e outros aspectos.

 

Disque Denúncia

 

Ao ligar para o 181 Disque Denúncia para dar informações sobre um dos procurados, o cidadão tem seu sigilo e anonimato garantidos. Ele poderá fornecer detalhes sobre onde atuam, carro e ônibus que utilizam, quem são seus comparsas, quais são seus horários, onde foram vistos, ou qualquer outro detalhe que possa contribuir com o trabalho das forças de segurança.

 

De acordo com a Sejusp, com a ajuda da população, o Disque Denúncia já contribuiu com a prisão e apreensão de mais de 243 mil pessoas, apreensão de 47,4 toneladas de drogas e com a retirada de circulação de quase 27 mil armas de fogo.

 

 

Por Estado de Minas