NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 17 de abril de 2019

G1

 

 

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) confirmou, nesta terça-feira (16), a primeira morte associada ao vírus H1N1 em Belo Horizonte em 2019. Segundo a secretaria, ainda foram notificados outros 13 casos de síndrome respiratória aguda grave causados pelo vírus Influenza, a gripe.

A vacina contra a gripe já está disponível nos 152 centros de saúde de Belo Horizonte. Neste ano, a campanha nacional de imunização começou mais cedo para população já pode se proteger. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 800 mil pessoas devem ser vacinadas na capital.

A vacina imuniza contra três vírus (H1N1, H3N2 e vírus influenza B). As doses estarão disponíveis até o dia 31 de maio, de segunda a sexta, das 9h às 17h. Para receber a vacina, é necessário apresentar o cartão de vacinação e documento de identidade.

A novidade é que a vacina foi ampliada para as crianças na faixa etária de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias).

Em 2018, foram vacinadas mais de 790 mil pessoas na capital. Já em 2017, foram mais de 770 mil vacinados, de acordo com a secretaria.