Sergio Moro desiste de candidatura à Presidência

31/03/2022 | Brasil

A decisão foi tomada na manhã de hoje depois da filiação ao União Brasil -Foto José Cruz/Agência Brasil

 

 

O ex-juiz Sergio Moro (UB-SP) quebrou o silêncio na tarde desta quinta-feira (31/03) e confirmou que não é mais pré-candidato à Presidência.

A decisão foi tomada na manhã de hoje depois da filiação ao União Brasil.

 

“Para ingressar no novo partido, abro mão, nesse momento, da pré-candidatura presidencial e serei um soldado da democracia para recuperar o sonho de um Brasil melhor”, disse Moro nas redes sociais.

 

De acordo com Moro, ele aceitou o convite do União Brasil porque o Brasil precisa de uma alternativa “que livre o país dos extremos, da instabilidade e da radicalização”.

 

“Por isso, aceitei o convite do presidente nacional do União Brasil, Luciano Bivar, para me filiar ao partido, e assim, facilitar as negociações das forças políticas de centro democrático em busca de uma candidatura presidencial única”, afirmou Moro.

 

Moro havia se filiado ao Podemos em novembro do ano passado, pouco mais de um ano após deixar o governo federal, em abril de 2020.

 

Mais cedo, o ex-juiz assinou sua filiação ao União Brasil em um hotel de São Paulo.

 

Moro estava posicionado em terceiro lugar nas pesquisas eleitorais, empatado com o político do PDT Ciro Gomes.

 

A decisão de disputar a Câmara dos Deputados ocorreu após reunião com o deputado federal Júnior Bozzella, vice-presidente do União Brasil em São Paulo.

Veja também