NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 31 de maio de 2020

Cartaz em Pequim, na China, avisando sobre as medidas de proteção – Foto AFP / Greg Baker

 

O número de mortes pelo coronavírus na China subiu para 563, de acordo com um novo boletim divulgado pelas autoridades locais nesta quinta-feira (6). Fora do país, são dois casos de óbitos: um em Hong Kong, território-autônomo da China, e outro nas Filipinas.

O número de infecções confirmadas é de 28.018 na China, com 3.694 novos casos registrados.

Já o número de casos confirmados de coronavírus a bordo do navio Diamond Princess, que fazia um cruzeiro nos mares do Japão, dobrou nesta quinta-feira, passando para 20. A informação foi dada pelo ministro da Saúde do país.

Os médicos fizeram testes em 273 dos 3,7 mil passageiros a bordo do navio depois que a doença foi diagnosticada em um homem que saiu do mesmo barco em Hong Kong, em janeiro.

 

Atracado na Baía de Yokohama, navio tem, até agora, 20 casos confirmados – Foto AFP / Kazuhiro NOGI

 

O ministro da Saúde do Japão, Katsunobu Kato, informou que haviam recebido 31 resultados de testes até quarta-feira (5), sendo que 10 eram positivos.

Ancorado na Baía de Yokohama, no Japão, desde segunda-feira (3), o Diamond Princess foi autorizado a chegar ao cais para reabastecer e desembarcar passageiros doentes. A operação foi desenvolvida entre fortes medidas de precaução. As autoridades receberam os pacientes vestidos com roupas de proteção, máscaras e capacetes.

 

Passageiros não analisados pelos agentes da saúde, seguem em quarentena – Foto AFP / Kazuhiro NOGI

 

Outros passageiros, que foram informados de que teriam que permanecer a bordo por 14 dias, mesmo que o teste fosse negativo, olhavam para as varandas. Alguns cumprimentaram as câmeras, enquanto outros tiraram fotos. Vários disseram à imprensa que há alguma confusão a bordo e muito tédio, porque estão confinados na cabine para evitar cruzar com os doentes.

 

Da AFP