NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 9 de maio de 2021

Funcionários trabalham em sepultamentos e abertura de novas covas no Cemitério da Vila Formosa, o maior da América Latina – Foto: ROBERTO COSTA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

 

 

 

O estado de São Paulo bateu um novo recorde de mortes por Covid-19 nesta terça-feira (6) ao registrar 1.389 óbitos em 24h. Com isso, chega a 78.554 o número de vidas perdidas para a doença no estado.

 

O maior registro havia sido na última terça, com 1.209 mortes. A terça-feira é um dia em que os números costumam ser mais altos, por conta da defasagem nas notificações do final de semana.

 

Os novos registros não significam, necessariamente, que as mortes aconteceram de um dia para o outro, mas que foram computadas no sistema neste período.

 

Nesta terça (6), foram registrados 22.794 novos casos, totalizando 2.554.841 de infectados.

 

Mais de 500 mortos à espera de vagas em leitos

 

Ao menos 555 pessoas com Covid-19 ou suspeita da doença não resistiram à espera por um leito de UTI e morreram desde o início de março no estado de São Paulo. O levantamento é do G1 e da TV Globo.

 

Nesta segunda (5), foi confirmada a sexta morte de um paciente por falta de vaga em Unidades de Terapia Intensiva.

 

Sumaré, na região de Campinas, ainda é a cidade do estado que registrou mais mortes na fila: ao menos 81. Seguida por Franco da Rocha, na Grande São Paulo, com 48, e Bauru, com 47.

 

Entre as vítimas, também há um menino de três anos e uma jovem de 25, sem doenças prévias, no interior do estado.

 

Os pacientes estavam cadastrados no sistema de regulação de transferências do estado, mas não resistiram até chegar a vaga, de acordo com a Secretaria da Saúde. Por G1 

 

 

 

Minas registra 10.450 casos e 82 mortes em 24h

 

 

Minas Gerais registrou 10.450 casos e 82 mortes pelo novo coronavírus em 24h, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado nesta terça-feira (6).

 

Com os novos números, Minas chega a 1.169.489 infectados e 25.795 mortes. Do total de pessoas com a doença, 101.612 estão em acompanhamento e 1.042.082 já se recuperaram da Covid-19.

 

Do total de mortos, 78% tinham mais de 60 anos e 71% outras comorbidades associadas ao novo coronavírus. Por O Tempo