NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 25 de novembro de 2020

talibas controle cidades

 

 

 

Os rebeldes talibãs realizavam uma ofensiva na província meridional afegã de Helmand, palco de intensos combates e que está prestes a cair nas mãos dos insurgentes, segundo fontes oficiais locais.

Helmand, o maior produtor de papoula no Afeganistão, é uma província simbólica, já que é berço da insurreição talibã, junto à vizinha Kandahar.

Os combates, já intensos desde a última primavera boreal, se intensificaram nas últimas semanas. No domingo, o vice-governador Mohamad Jan Rasoolyar advertiu inclusive o presidente Ashraf Ghani que sua província está prestes a cair integralmente nas mãos dos talibãs.

Nesta segunda-feira (21), os combates se concentravam no distrito de Sangin, a nordeste da província.

“O inimigo capturou edifícios governamentais, entre eles a sede da polícia, o escritório do governador do distrito e a agência de inteligência, mas os combates prosseguem”, afirmou Rasoolyar.

A tomada da província de Helmand pelos insurgentes lhes permitiria obter uma nova vitória após sua efêmera tomada de controle da grande cidade de Kunduz, ao norte do país, no fim de setembro, que representou uma verdadeira humilhação para as forças de segurança afegãs. Elas lutam sozinhas na linha de frente após o fim da missão de combate da Otan, há quase um ano.

Efetivamente, as forças afegãs são alvos de ataques em quase todo o país desde o início da ofensiva da primavera dos talibãs, e já não contam com a ajuda das tropas da Otan.

Os 13.000 soldados estrangeiros mobilizados no país se dedicam apenas a uma missão de assessoria e formação.