NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 4 de dezembro de 2020

alta conta cemig

 

 

Os mineiros já podem preparar seus bolsos para o aumento da tarifa de energia elétrica em abril deste ano, quando a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) divulga seu reajuste anual. Segundo o presidente Mauro Borges, ao menos a inflação deverá ser repassada aos consumidores.
Outro fator que vai impactar na nova tarifa, segundo Borges, será o reajuste pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) do valor de geração de 29 usinas hidrelétricas, incluindo algumas da Cemig, divulgado nesta terça. Somando o índice de inflação oficial de 2015, de 10,7{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}, com o acréscimo calculado por Borges de até 0,4{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} em função do reajuste da geração, são pelo menos 11{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} de aumento.

Esse impacto porém, pode ser ainda maior. Segundo divulgado pela Aneel nesta quarta, o reajuste da geração deve provocar um acréscimo de 1,7{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} nas contas de luz dos brasileiros. Neste caso, o aumento na tarifa seria de 12,4{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}.

“O reajuste deve trazer a inflação, os custos dos distribuidores no ano que são repassados aos consumidores”, afirmou nesta quarta o presidente da Cemig.

Mesmo assim, Mauro Borges defendeu que a tendência é a estabilização do valor da tarifa, principalmente com a adoção da bandeira verde pela Aneel o que ele acredita que deve acontecer ao longo de 2016.