NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 5 de março de 2021

Marinho com o filho Marcus Molinari e a filha quando jogava pelo Atlético – Foto Reprodução/Redes Sociais

 

 

A queda de um avião logo após a decolagem, neste domingo, vitimou o presidente do Palmas, Lucas Meira, quatro atletas da equipe tocantinense e o piloto identificado como ‘comandante’ Wagner. Os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari estavam a bordo da aeronave. Não houve sobreviventes.

 

Mairon César Reis, o Marinho, atuou com a camisa atleticana entre 2006 e 2008 e anotou 28 gols em 68 jogos pelo Galo. Ele marcou 17 gols na campanha do título da Série B do Campeonato Brasileiro e também levantou a taça do Campeonato Mineiro de 2007 com o clube.

 

Marcus Vinicius Molinari Reis nasceu em 1997 e foi revelado pelas categorias de base do Villa Nova, de Nova Lima. Meio-campista, o filho de Marinho atuou também por Araxá, Santos, Tupi, Ipatinga, Tupynambás até chegar ao Palmas, na temporada 2020.

 

Aeronave ficou completamente destruída após queda no aeroporto – Foto Reprodução/Redes Sociais

 

O avião que caiu logo após a decolagem na pista da Associação Tocantinense de Aviação, no distrito de Luzimangues, Tocantins, seguia rumo a Goiânia, onde o Palmas iria enfrentar o Vila Nova, nesta segunda-feira, pela Copa Verde.

 

Por Uai