NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 1 de dezembro de 2020

criaçao trutas crescimento

 

 

 

 

A tilápia ainda reina na aquicultura mineira, mas a estrela que está despontando nesse mercado é a truta. O peixe de escamas da família do salmão, comprido e farto em pintas no dorso, faz do estado o segundo maior produtor brasileiro. Em 2014, Minas só perdeu para Santa Catarina, de acordo com o levantamento Produção da Pecuária Municipal (PPM) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Das 20 principais cidades fornecedoras no Brasil, sete estão localizadas na Serra da Mantiqueira, capitaneadas por Sapucaí Mirim, vice-líder, e Camanducaia, na terceira posição do ranking nacional.

Dos 41 municípios produtores de truta no Brasil, 13 estão em Minas e já aparecem com força na oferta nacional, de acordo com o coordenador de Pesquisas de Agropecuária do IBGE, Humberto Augusto. Têm destaque, ainda, as produções mineiras de Delfim Moreira, no quarto lugar; Bocaina de Minas, oitavo; Itamonte, 14º; Aiuruoca, 15º; e Baependi, 18º.

Com as 669,4 toneladas produzidas em 2014, os criadores do estado apuraram receita de R$ 9,313 milhões, mais de 9{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} do valor da produção da aquicultura mineira, de R$ 101,5 milhões. Ainda segundo o IBGE, a produção de trutas cresceu 33{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} em Minas e o faturamento aumentou 34{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} de 2013 para 2014.

A tradicional criação de tilápias rendeu R$ 81,918 milhões, graças às 14,910 mil toneladas produzidas em Minas no ano passado, quando o estado ficou na quinta posição no Brasil. A tilápia e a truta, específicos de água doce, representam 90{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} da produção de peixes em Minas. A tilápia ainda é o principal peixe produzido no estado, mas a truta já aparece com bastante força. “O segmento de aquicultura tem crescido rapidamente e está atraindo a atenção de muitos produtores mineiros. O curto ciclo de produção de pescados torna a atividade interessante entre os que produzem proteína animal”, explica Humberto Augusto.