NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 19 de junho de 2021

ferias coletivas vale

 

 

 

 

Depois das montadoras, agora é a Vale quem anuncia férias coletivas. A partir do dia 7 de julho, a mineradora vai mandar para casa, temporariamente, 170 funcionários das unidades de Feijão e Jangada, nos municípios de Brumadinho e Sarzedo, na região metropolitana. Segundo a empresa, trata-se de uma “adequação necessária frente ao atual cenário do mercado de minério de ferro no mundo.”

“A Vale tem buscado negociação constante para amenizar os impactos da crise e vai usar essa medida com os funcionários que já estavam com férias vencidas”, explica o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Extração do Ferro e Metais Básicos de Brumadinho, Agostinho José de Sales.

Por meio de nota, a Vale esclarece que a medida está relacionada à paralisação de usinas de tratamento de minério a seco que operam com maior custo e material de menor qualidade nessas respectivas unidades e destaca que as demais atividades em Feijão e Jangada continuarão normalmente.

A empresa afirma que esse grupo representa menos de um por cento do total de empregados da Vale em Minas. Segundo Sales, são cerca de 1.200 funcionários nesse complexo. “Neste ano foram demitidos 51 e não houve reposição”, afirma.