NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 22 de abril de 2021

Foto Reprodução Redes Sociais

 

Um vereador de Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), causou polêmica após seu discurso na última reunião da Câmara Municipal, na segunda-feira, 08/02, ser compartilhado nas redes sociais. Artuzinho (DEM) reclama do valor do salário de vereador no município ser de R$5.900.

O vídeo do discurso foi compartilhado no próprio Facebook do vereador. Com o contracheque em mãos, Artuzinho compara o salário do vereador com o dos secretariados.

“Eu, vereador, numa cidade de 200 mil habitantes, ganhar R$5.900, um secretário aí ganha oito, dez (mil). Por isso o cara vai pra Prefeitura e não quer ser vereador. Pra ganhar R$5.900. Eu no meu gabinete com 50, 60 pessoas e todo dia estou aqui às 10 horas pra ganhar isso aqui, R$5.900. Isso não é salário de vereador, isso é salário de vendedor de laranja, engraxate. O cara pode falar que isso é muito dinheiro, pra um cara que ganha salário mínimo é muito, mas para um vereador de uma cidade de 200 mil habitantes é pouco. Podia ter um projeto de Lei aí para o salário do vereador aumentar porque isso aqui é uma vergonha”, discursa Artuzinho.

“O povo na rua, dentro do ônibus falando que vereador ganha 16 mil, 20 mil. Por isso estou mostrando meu contracheque aqui. Secretário ganha mais que vereador. Pessoal bate na gente, mas é três horas da madrugada lá em casa pra buscar defunto, pra levar gente pra todo lado, por isso estou pedindo pra votar neste projeto pra aumentar mesmo”, finaliza o vereador em seu discurso na Câmara.

Em sua postagem no Facebook, ele justifica a ação de questionar o salário como forma de prestar contas à população.

“Apresentei também o meu contracheque de janeiro, pois a maioria da população acha que o salário de um vereador é superior a 15 mil reais, mas a realidade é que ganhamos 5.876,08, e a demanda do meu gabinete é EXTREMAMENTE ALTA. Lembrando que nós vereadores não temos acesso ao salário dos assessores”. As palavras “extremamente e alta” foram escritas em caixa alta na mensagem assinada pelo vereador na rede social. Artuzinho é servidor público aposentado e foi eleito em 2020 com 1.113 votos.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Ibirité foi procurada para esclarecer a respeito da comparação feita pelo vereador sobre os salários dos secretários e informou que, por enquanto, o gabinete não iria se pronunciar.

 

Por Estado de Minas