NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 14 de agosto de 2019

 

 

 

 

 

A procura por exercícios físicos é uma forma de manter ou melhorar a saúde, visto que este pode reduzir o risco de hipertensão arterial, doenças cardíacas, diabetes mellitus, câncer, além de aumentar a imunidade, o exercício também diminui a ansiedade e o risco de depressão. Quando o exercício é feito intensamente, a pessoa pode entrar em fadiga muscular devido ao estresse oxidativo, sendo utilizado suplementos alimentares para mudar esse quadro e/ou para aumentar a performance.

O consumo da whey protein (proteína do soro do leite) poder ser benéfico, já que este possui alto valor nutricional, podendo auxiliar no anabolismo muscular, no controle de perda de massa óssea, regulação da saciedade, redução da gordura corporal, melhora do desempenho físico, efeito hipotensivo, antioxidante e hipocolesterolêmico, estimulação do sistema imunológico, atividades anticarcinogênicas, e antiúlcera.

Whey Protein é a proteína do soro do leite bovino, extraída durante o processo de transformação do leite em queijo e, por isso, a substância contém importantes propriedades benéficas à saúde de atletas, praticantes de atividades físicas. Essa proteína deve ser utilizada como suplemento e não como alimento exclusivo.  A principal finalidade do whey protein é complementar as necessidades diárias de proteínas que o nosso organismo precisa. Outra função importante do suplemento é fornecer aminoácidos essenciais para o corpo, o que auxilia o processo de hipertrofia, devido à melhora da recuperação muscular.

Uma dúvida muito recorrente é em relação a qual a melhor versão de whey consumir: concentrado, isolado ou hidrolisado?

1-   Concentrado

O whey protein concentrado possui em torno de 70-80% de proteínas de alto valor biológico, além de terem boa quantidade de lactose, gordura e um sabor extremamente agradável.

  • 2- Isolado

Etapa logo após um rígido processo de filtragem, onde boa parte das gorduras e a lactose são eliminadas. Sendo assim, o produto contém até 90% de proteína por dose. A vantagem quando comparado ao whey protein concentrado é pelo fato de ser um produto livre de lactose. Sendo assim, é recomendado para indivíduos que sofrem de intolerância a lactose e/ou alergias.

  • 3- Hidrolisado

Nesta fase, o whey protein passa por um processo chamado de hidrolise. Simplificando, a proteína se torna mais ‘’quebrada’’ sendo assim metabolizada e absorvida com maior facilidade. No entanto, é uma proteína com custo mais elevado quando comparada ao whey protein concentrado, isso devido aos processos citados acima. O whey protein hidrolisado também é recomendado para alérgicos à lactose e aqueles que sofrem com problemas gástricos, pois é uma proteína de rápida absorção.

Em resumo: muitos dizem que o whey protein concentrado é inferior ao isolado e hidrolisado, devido ao fato de o concentrado possuir uma maior quantidade de carboidrato, gordura e menor quantidade de proteína quando comparado ao isolado. Portanto, não é correto dizer que o isolado ou hidrolisado é superior ao concentrado, porque tudo depende dos objetivos e necessidades de cada um. Somente o nutricionista poderá determinar se há a necessidade de consumir whey protein, qual a dose correta, a melhor versão e horário adequado.

 

Fernanda Alves

Bacharel em Nutrição pela Universidade de Itaúna

Nutricionista  na Academia Body Rock

Contato: (37) 9 9947-3135

Instagram: @fernandamarlnutri