Zema tenta se distanciar de Bolsonaro em MG

14/07/2022 | Minas Gerais

 

Integrantes do Novo avaliam que forte rejeição de Bolsonaro pode prejudicar Zema – Foto reprodução Internet

 

 

O movimento do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), de se afastar do presidente Jair Bolsonaro acendeu o sinal amarelo na coordenação da campanha à reeleição.

 

Caiu como uma bomba o fato de Zema ter lançado o nome do deputado federal Tiago Mitraud (Novo-MG) como vice na chapa encabeçada por Luiz Felipe d’Ávila (Novo) na disputa pelo Palácio do Planalto.

 

O lançamento foi recebido na campanha de Bolsonaro como um recado de que Zema não quer o presidente em seu palanque em Minas.

 

Integrantes do Novo avaliam que a forte rejeição de Bolsonaro em Minas poderia prejudicar Zema, onde lidera as pesquisas.

 

Em desvantagem no estado, o presidente apostava todas as fichas no palanque forte do governador para alavancar votos no segundo maior colégio eleitoral do país.

 

Com o movimento de Zema, Bolsonaro terá que mudar a estratégia e ficar no palanque exclusivo do senador Carlos Viana (PL). Já o governador, tenta manter votos de eleitores de Bolsonaro e do ex-presidente Lula.

 

Por G1 

 

 

Veja também